2013 - Auditoria peruana por Defensoría del Pueblo

O relatório "Segundo Reporte y Balance Anual 2013 de la Supervisión a los Portales de Transparencia Estándar de los Ministerios del Poder Ejecutivo, Gobiernos Regionales y Municipalidades Provinciales ubicadas en capitales de departamento" da Defensoría del Pueblo (Defensoria do Povo) apresenta os resultados de uma avaliação de transparência ativa realizada por 68 entidades públicas do poder executivo peruano. A avaliação verifica o cumprimento com a publicação de 9 categorias de informação obrigatória via internet. Os dados foram coletados entre julho e dezembro de 2013.
Número de agências auditadas: 
68
Nível de cumprimento: 
97% (Ministérios e PCM) 87% (Governos Regionais) 53% (Municípios e em Capitais de Departamento)
País: 
Peru
Região: 
América Latina e Caribe
Tipo de Auditoria: 
Ativa
Autores: 
Defensoría del Pueblo
Ano em que a lei de transparência pública entrou em vigor: 
2002
Ano da auditoria: 
2013
Metodologia: 

O estudo analisa o cumprimento com a publicação de informação obrigatória, segundo o estabelecido na Lei de Transparência e Acesso à Informação Pública e seu Regulamento, e em outras normas relevantes. Considera-se que cumprem com os parâmetros das normas anteriormente mencionadas, só aqueles portais que contam com informação atualizada.

Condições experimentais: 

Somente a informação publicada usando o Portal de Transparencia Estándar foi considerada.

Tipo de autor: 
Organização pública
Auditoria criada pela FGV: 
No
Poder estatal ou tipo de entidade auditada: